De Colômbia as Filhas de Jesus partilham a vivência da assembleia celebrada nesta região (Colômbia - Venezuela).
Dia 16 de março recebemos na Casa do “Reina de la Paz” –Comunidade de Colômbia- nossas três irmãs que estavam na Venezuela: Matilde Polanco, Lucía Sanz e Feney Serrano, recordando a Mª Carmen Caballero, que está nestes dias na Espanha recuperando-se de problemas de saúde. Chegaram carregando trabalhos em tecidos Wayú que realizam com as mulheres. A seguir vocês entenderão o motivo da chegada delas.
Os dias 18 e 19, depois da celebração Eucarística, foram dedicados a um encontro com objetivos semelhantes aos das demais Regiões da Província América Andina, tendo em conta as circunstâncias de tempos, lugares, pessoas… Este encontro iria considerar a realidade concreta destes dois países, e contou com a participação de um bom grupo de pessoas leigas comprometidas com o carisma da M. Cândida; dezoito no total. Foram um verdadeiro estímulo para nós Filhas de Jesus.

O primeiro dia, pela manhã, foi dedicado a mergulhar um pouco na realidade de nossos países, especialmente da Colômbia, e algo de sua fronteira com Venezuela. Animou este trabalho Jaqueline Castañeda uma colombiana comprometida com Direitos Humanos na construção da paz, hoje. Em um trabalho de grupo foram estudados os seguintes artigos:
- A guerra dos relatos
- A comissão da Verdade e as vítimas
- A semana de Macondo: prêmio Nobel de Paz e o plebiscito
- O Papa Francisco visitará a Colômbia de 6 a 10 de setembro
Cada um dos grupos dialogou, discutiu e refletiu com muito interesse sobre o rico conteúdo de cada artigo. Jaqueline partiu de sua própria experiência - pois ela participou da mesa de negociações em La Habana e, além disso, foi vítima do conflito- e foi iluminando a complexidade da implementação dos acordos de paz. Graciela iniciou o trabalho da tarde retomando o tema da manhã, a partir dos sentimentos, dos apelos e questionamentos que ficaram no coração de cada um. Um momento realmente muito rico na assembleia, dando mais um passo para uma profunda partilha de compromissos reais, possíveis, de mobilização de nosso interior ante o testemunho de Jaqueline. Depois foi feito um aprofundamento sobre o que é a missão compartilhada Filhas de Jesus – Leigos. E terminou com um trabalho de sonharmos juntos, nesta Região, Filhas de Jesus – Leigos. Houve sonhos de maior compromisso no seguimento de Jesus conforme o carisma da M. Cândida.


No segundo dia, depois de Graciela Francovig ter lido as mensagens das irmãs de outras regiões que se uniram a nós neste encontro - lindo sentido de união e de corpo-, e também a mensagem de um dos educadores do Reina que participou no dia anterior, as irmãs nos centramos na Carta “Anunciai” relacionando-a com a CGXVII e com nossos sonhos, como Região, para um futuro próximo.
Foi outro dia denso que nos conduziu a um diálogo profundo e a intercâmbio de sentimentos, priorizando a esperança e a certeza de que estamos nas mãos do Espírito. Ele, como fez com São Paulo e no-lo diz Atos 16, 1-40, abrirá ou fechará portas para nós. Foram muito interessantes também os momentos de família que tivemos depois do jantar; através da partilha de notícias nos aproximamos das diferentes regiões da província, com sentido de corpo provincial. Ser uma única Província em A.A. nos ajuda a viver a união e o sentido de pertença.
A partilha das irmãs de Venezuela sobre a complexa realidade do país, o que elas vivem, veem e lhes afeta diretamente, como também as novas oportunidades que se abrem na missão apostólica, encheram de gozo espiritual constatando a ação surpreendente do Espírito. Da fragilidade Ele faz surgir vida, forças, novas alternativas.

Região Colômbia – Venezuela

0
0
0
s2sdefault