E você, quais são seus sonhos para a Pastoral Juvenil no mundo?

Com esta pergunta e o convite para rezar com o n. 6 dos "Apelos na Ação Apostólica" do GCVIII, fomos chamados a participar da primeira reunião da Equipe Internacional de Pastoral Juvenil, nomeada pelo Governo Geral, em sua busca de promover, como órgão universal, este campo apostólico da "juventude".

Sábado 10 de setembro foi nossa primeira reunião, que não começa conosco, mas é mais um passo no processo de reflexão, discernimento e participação que começou em outubro de 2020, para colocar em prática o que recebemos como um "chamado" da última Congregação Geral, e vimos como mediação do Espírito Santo a ser vivida neste momento em cada um dos lugares onde estamos presentes. Para esta etapa, o Superior Geral nomeou uma equipe, composta por uma Filha de Jesus de cada província, diretamente envolvida com a Pastoral Juvenil:

- Celina García - América Andina
- Teresita Tsai - Ásia Oriental
- Janaina Pereira - Brasil-Caribe
- Naike Martín - Espanha-Itália
- María Crystal Bermejo - Indian-Pacifico

juntamente com Teresa Li, Conselheira Geral responsável por esta área e Mª del Carmen Jiménez, coordenadora da equipe. Graças à virtualidade, a jornada da Pastoral Juvenil está se tornando possível, também como um corpo universal.

Começamos rezando

"Nossa tarefa é escutar e discernir, para tornar o caminho possível, é o Vosso Senhor, aqui estamos nós, podeis contar conosco".

Graciela Francovig, Superiora Geral, nos acompanhou nesta primeira reunião para compartilhar conosco este início. Somos-lhe gratos por sua disponibilidade, sua proximidade e sua determinação em promover este campo da pastoral juvenil. Neste sentido, depois de nos escutar, ela compartilhou o seguinte:

"Como Filha de Jesus me dá grande alegria e pelo serviço que agora tenho como Superiora Geral, que há Filhas de Jesus apaixonadas pelo campo da juventude... Como tem sido bom este chamado! Porque hoje os jovens precisam de acompanhamento, proximidade, orientação, que estamos a seu lado, porque há tanta solidão... Que nós, Filhas de Jesus, estamos ao lado dos jovens, obrigada, Senhor, já estamos sendo profetas, irmãs, porque os acompanhamos e o fazemos livremente e quem sabe se não estamos salvando vidas? E nisto estamos caminhando juntas. É por isso que a partir do nível geral isto ajuda?

Há Teresa, Mª Carmen e agora também esta equipe, que há sonhos e depois haverá vocações".

Nosso ponto de partida

Cada um compartilhou sua situação atual em termos de sua principal dedicação em seu envio, e como vê e sonha com a Pastoral Juvenil, para ser escutado e caminhar a partir daí: para encontrar, para encontrar a vontade de Deus, para identificá-la a partir da escuta em discernimento do que cada um compartilha.

Após a apresentação do "ponto de partida" desta equipe, dentro do processo que está sendo realizado, Mari Carmen apresentou a proposta para o "Projeto Equipe Internacional de Pastoral Juvenil". Dedicamos um espaço de escuta interior para acolhê-la e depois compartilhamos nossas primeiras ressonâncias, que foram todas de consonância e consolo.

Terminamos nossa primeira reunião fazendo eco de uma palavra que expressava como nos sentíamos:

- Celina: DISPONÍVEL
- Naike: OBRIGATÓRIO
- Teresita: OBRIGATÓRIO
- Janaina: FELIZ E ENVOLVIDA
- Teresa: ESPERANÇA
- Cristal: FAMÍLIA
- Graciela: ENCORAJAMENTO E CORPO
- Mª. Carmen: OBRIGATÓRIO e OBRIGADO

Com grande entusiasmo e gratidão, estamos nos preparando para nossa próxima reunião, que será no dia 3 de dezembro.

Sabemos que podemos contar com as orações e o apoio de toda a Família Madre Cândida!

EQUIPE INTERNACIONAL DE PASTORAL JUVENIL

0
0
0
s2sdefault